Sunday, November 13, 2011

Camisola Benfica

Vendo camisola do SL Benfica, original, da corrente época!

Preço? a melhor proposta apresentada.

Motivo? Ganhei duas num concurso, e fico com uma para estrear contra os lagartos!

Friday, November 11, 2011

Assim a sério?

Mandava o Cardoso embora, mais o Saviola infelizmente e apostava no Rodrigo e no Nelson Oliveira... Assim lançados as feras... Porque??

Por isto

e por isto...

Tuesday, November 8, 2011

Indignado

Alan: «Javi García chamou-me preto»
Djamal: «Confirmo que Javi me chamou preto»

A minha pergunta é: " Disse alguma mentira??"
Eu ficaria chateado é se me chamasse de filho da put*** ou corno!!!

Sunday, October 30, 2011

Lisboa - Fatima - Soudos

No passado dia 24 de Setembro, fui a Fátima de BTT. O passeio foi organizado por pessoal de Setúbal, e a ideia seria fazer Lisboa Oriente – Fátima em dois dias, com dormida nos Olhos de Água, na nascente do Alviela. Para mim foi mais um casa da são – Soudos.

Convidei um rapaz da aldeia, David, já que ele participa em maratonas e coisas deste tipo. No total era-mos 12 pessoas.

Ficou combinado o encontro perto da Torre Vasco da Gama, perto das 7h15. O David como vinha da aldeia, ficou de sair em Vila Franca e fazer o percurso inverso, pois chegava ao Oriente as 8h. As 7h sai de casa da São e fiz os 11km até a torre em 20m. Os meus colegas de Setúbal só chegaram as 8h10 e ainda esperamos por um outro gaijo que chegou perto das 8h30 ( a hora que tinha sido combinada com ele e o organizador).

Começamos o pedalanço em direcção ao Parque Tejo, e entramos em terra por um percurso ao lado do rio Trancão, com cerca de 12km até ao Forte da Casa.

Entretanto o David aqui já nos tinha apanhado. Depois fomos a pedalar no meio dos campos entre a linha do comboio e o rio Tejo até Alverca, onde apanhamos um pouco de Alcatrão até Alhandra. Aqui pedalamos na ciclovia entre a linha e o rio, mas tivemos novamente que atravessar a linha do comboio, devido a obras.

A partir daqui foi sempre por estradas secundárias e estradões de terra, passando por Castanheira do Ribatejo, Vila Nova da Rainha, Azambuja.

Daqui fomos sempre por meio dos campos cultivados, passando por Reguengo, onde o GPS nos colocou num trilho prai com 1km cheio de silvas que foi todo feito a mão.

Passamos por Valada, onde paramos para beber uma mini .

Daqui fomos sempre encostados ao Tejo até a pedalar ate ao lado da pista de aterragem de Santarém, as vezes com velocidades superiores a 33km/h, tudo por culpa do sr. David. Eu na conversa com ele na boa, e o pessoal todo atrás em filinha pirilau a mamar. Aqui em Santarém apanhamos logo uma subidazita de alcatrão que deu para moer um bocado.

Aqui apanhamos a primeira subida a sério até ao centro da cidade, que fizemos na avozinha. O pessoal encontrou-se todo numa praça central e aproveitamos para ir encher os bidons de água. Até aqui pedalamos cerca de 92km. Ainda faltavam cerca de 30km para acabar a tirada.

Saimos de Santarém em direcção a Azoia e Advagar. Entre estas duas aldeias paramos para comer algo e também atestar os bidons. Compramos umas maças, comemos uns pastéis de bacalhau. Aqui atestei o meu bidon de cola assim como o David, e verifiquei que não se deve fechar. Com a vibração da bike, o bidon foi ganhando pressão devido a cola, e quando o abri com os dentes, levei com a pressão e espuma toda na fronha. Ainda passamos por Santos, Casais das Milhariças, Chã de Cima e acabamos em Amiais de Baixo, onde pernoitamos.

Fomos jantar ao restaurante de olhos de água, onde penso que seja uma das nascentes do Alviela, onde comemos um belo bacalhau.

Ao final do dia obtive:

124km percorridos

Tempo Total: 12h33

Tempo em Movimento: 6h44

Media em Movimento: 18.3km/h

No outro dia, despertar cerca das 7h30 para começar a pedalar as 8h.

A primeira paragem foi logo nos Olhos de água para ver as vistas do local.

De seguida sempre a pedalar em direcção a Monsanto e Covão do Feto, onde fizemos uma paragem para abastecimento.

Aqui começamos uma subida para a serra de Santo António. Passamos de uma altura de 150m ao km9 para 415 ao km14. Aqui paramos para reabastecimento, e com uma vista fenomenal.

Depois foi sempre a descer até Minde, onde dei cerca de 72km/h.

Atravessamos Minde, e depois continuamos em estradas secundárias e estradões, por meio do mato e eucaliptais, sempre até Fátima.

Em Fátima tiramos a foto da praxe:

Do local onde pernoitamos até Fatima percorremos 35km. Tiramos a fotografia de grupo, e o pessoal encontrou-se com as namoradas. Eu e o David combinámos ir-mos a pedalar até aos Soudos. Isto significava mais 30km, com a mala com roupa do dia anterior e que vesti as costas, mais os ténis e etc. Prai uns 10kg, mais o camelbag que levava comigo.

No total do dia tive:

Distancia: 65km

Elevação: 834m

Tempo Total: 5h24

Tempo em movimento: 4h07m


No total dos dois dias (Dados completos aqui "GARMIN")

Distancia - 189km

Elevação: 1550m

Tempo em Movimento: 10h51

Velocidade Média: 17.4km/h


Saturday, October 8, 2011

2º Passeio BTT Vargos

Já vai longe este passeio BTT de má memória que fiz. Foi o 2.º Passeio BTT de Vargos "Joaquim D'Aurélia", a 12 de Junho de 2011. Este passeio tinha duas distancias, de 30km e 50km ( a que participei). Diziam que a dificuldade era 3/3. Diziam que eram cerca de 50 pessoas para os 50km.

Para começar o dia fui na minha burra antiga, a Scott Reflex 20. Já não andava a sério nisto à 3 anos!

Chegado aos Vargos, encontrei-me com o Nuno. Enganou-me o cigano. Fomos a pedalar os dois juntos, deixamos o pessoal passar todo e fomos nas calmas. Primeiro dentro dos Vargos e pela Quinta, saindo em direção à Mata, e voltando para os Vargos para um track que tinham feito perto do Choupal. Daqui sempre a pedalar até a Beselga. Aqui o Nuno engana-me e diz que ia para o percurso dos 30km.

A partir daqui começou o suplicio. Fui pedalando sempre sozinho, passando por Fungalvaz, e aqui começa-se a subir para a serra. Logo para começar uma paredezita que tive que levar a bike as costas. Nem com ela ao lado dava. Continuei sempre a pedalar até aos Toucinhos, Lagoa do furadouro, e aqui, quando estava a avistar 3 ou 4 gaijos, furo na burra à frente. A sorte que tava um gaijo da organização que tinha uma bomba e assim ficou mais fácil encher o pneu. Depois perdi-me durante 500m, pois deixei de ver fitas, e tive que voltar para tras. Antes tivesse continuado, pois apanhei um trilho de pedra que era impossível pedalar ( pelo menos para mim). Continuo a pedalar na desportiva, mas já com uma pequena dor de caimbras nas pernas. Um dos abastecimentos era perto da estrada de acesso aos moinhos na Charruada. Aqui bebo uma mini, para dar força. Aqui, sempre a descer até á Assentiz, e depois sempre a subir em direcção ao outeiro pequeno. Aqui a cãimbra a aumentar. Pelo caminho, estava a ver que era um saltinho ate aos Vargos, mas o GPS dava-me apenas 40km, ou seja faltavam prai 10km para o final.

Os senhores então lembraram-se de andar a fazer caminhos a volta dos Vargos, com sobes e desce, curvas etc. Neste 8km ( Não foram 50km, mas 48), tive que para 27 vezes por causa de caimbras e ameaços ( foram umas 4 ou 5).

Ainda passei por duas pessoas, mas penso que pertenciam as 30km. No final ainda fui para os Soudos a pedalar. Penso que foi um traçado um pouco puxado demais, ainda mais para quem fez 35km sozinho.. E tantos tracks no final seria desnecessário!

50km

4h24, dos 17 que acabaram, fiquei em 15º ( o primeiro foi com 3h09m).

Registo GPS aqui

Distance: 48,77 km
Time: 4:24:42
Avg Speed: 11,1 km/h
Elevation Gain: 1.169 m
Avg Speed: 11,1 km/h
Avg Moving Speed: 13,1 km/h
Max Speed: 57,5 km/h
Calories
3250

Lista de inscritos aqui....

Fotos de pessoal aqui, aqui, e aqui....

Thursday, September 22, 2011

Que achas?




Pessoal, preciso de ajuda.

Tenho uma oferta Smartbox - Motores e não sei o que fazer!

Tenho a possibilidade de fazer uma volta em Ferrari F430 ou Lamborghini Gallardo e mais duas voltas em Porsche Boxter, tanto no Estoril como em Portimão.

Mas também existe a possibilidade de fazer duas voltinhas em Portimão num F430 de competição, mas à pendura...


A questão que se mete é:

- Mais vale dar 3 voltas a conduzir na brincadeira, ou 2 voltas à pendura, conduzido por quem sabe?

Thursday, August 18, 2011

BOI

Boas pessoal.

Quem se relaciona comigo, já viu que uso umas t-shirts com um um símbolo de um boi!

http://www.boi.pt/public/frontend/default_template/images/logo.png

Isso significa "Boi - Building objects and ideas!"

Estes gaijos comercializam umas t-shirts, swets, casacos, calças, bones, tops, vestidos, saias, e etc todos maricas e apaneleirados!!!...

Admito que os produtos são caros, mas são portugas! Assim, eles forneceram-me um código em que voces tem 30% de desconto no valor total da encomeda!

Este código é

CADU1981-BOI


Claro que eu ganho qualquer coisa com isso, como não podia deixar de ser! Este código é válido ate Agosto de 2012!

Por isso, toca a comprar e enviar aos amigos....

O site:

www.boi.pt

Saturday, June 25, 2011

# Bicla

22 Maio - Alvalade Porto Covo - 70km
04 Junho - Lisboa - 53km
12 Junho - BTT Vargos - 49km
18 Junho - Arrábida - 36km
20 Junho - Figueirinha - 36km
21 Junho - Arrábida - 24km

Mais umas corridinhas a pé, umas voltinhas de bike que na merecem ser postadas ( isto de andar com mulheres e maricas....), jogatanas de bola à 4ª (alias, correr para a frente e para trás), e etc...

Acho que umas refeições saudavéis, isto vai lá... Aos 90kg diga-se!!!

# Praia

A abertura da epoca balnear deu-se no passado dia 10 na companhia da São e do meu ex-colega de casa Guimas e a Silvia, na bela praia do calçadão em Carcavelos.... né cara? A abertura da época piscinal ( vem de piscina) já tinha sido executada à mais tempo!!!

Agua um pouco fria de mais, mas prontes!!!

Porto e Gaia

Há cerca de duas semanas estive em Ovar a finalizar o projecto no qual estive envolvido para a empresa GAMETAL.

No primeiro dia que chegamos, já foi a noite, resolvemos ir jantar a Gaia, ali juntinho ao Rio. Jantamos no Dom Porto, onde comi uma francesinha! Bem bom. Ai deu para tirar umas fotos à zona do Porto, e onde fomos a pé dar uma volta. Como já era tarde, tanto cafés como restaurantes já estavam a fechar, então só demos uma voltinha a pé!


No outro dia, como tínhamos que ir buscar um colega ao aeroporto, resolvemos ir também lá jantar, em Gaia também, encostado ao rio, mas no Bacalhoeiro. Pelo nome dá para ver que a maioria dos pratos é de bacalhau...


Antes de jantar ainda deu para tirar umas fotos a esta zona ribeirinha de Gaia, toda bem arranjadinha! Gostei!!!!

Sunday, June 5, 2011

já me dava por contente


em ter um coisinha destas... até podia ser o mais fraquinho...




Thursday, June 2, 2011

Votar

Será que devo ir votar???

De Lisboa de carro:

AutoEstrada ate Torres Novas, ir e vir: 12€
Gasoleo ( 200km) ( 5l/100) = 10x 1,30= 13€

De Lisboa de Comboio:

Até ao comboio - Bike
Comboio até aos Soudos, ir e vir: 16€
Comboio até casa - bike

Entao, acham que vale a pena gastar 25 ou 16€ para ir votar???

Wednesday, June 1, 2011

jantar

epah, um gaijo é convidado para ir jantar a casa de um amigo!
Depois oferece-se para fazer o jantar!
Leva as coisas necessárias!
leva no focinho por levar as coisas....
Faz jantar para 27!
Apenas 3 comem!
sobra bues!

leva no focinho por não querer trazer um resto para o almoço do dia seguinte!!

resultado: 3 dias a comer o mesmo!!!!

Rescaldo 13º Alvalade - Puerto Cuevo

Pela segunda vez participei no Alvalade - Porto Covo. 70km.


Encontrei uns amigos cá de Setúbal, e iniciei o Raid com eles. Mas primeiro ainda vimos cerca de 1500 pessoas passar a frente. Isto porque os meninos decidiram partir no fim! Começado o pedalanço, fomos a uma velocidade de prai 15km ou menos, sempre nas calmas, os primeiros 10km prai em alcatrão. Era só pessoal a passar por nós!!!


O primeiro abastecimento foi feito aos 21km. Até aqui demoramos cerca de 1h30. Aqui perguntei a um desses amigos de Setubal como é que era, se ia-mos acelerar até ao proximo abastecimento. Ele disse que sim ,e arrancamos. Este era ao km40, e foi sempre a dar na burra. ISto deu cabo de mim. Demoramos 51m a fazer os 20km!!!

Chagando ao abastecimento da barragem de campilhas, onde existe as famosas sandes de carne assada, bebi um suminho e comi um bolinho, guardei a sandocha no camel back, e lá fui eu à minha vida.


O próximo abastecimento foi ao km47, e foi onde me começaram a aparecer as caimbras. É lixado esta porcaria, visto que a partir daqui é que tava o pior do traçado. Subir e descer, subir e descer, alguns 2km atrás de uma ambulância. subir e descer!


A partir dos 50km, começaram as caimbras em força. Sabia que se parasse, ao esticar a perna para a pousar no chão, iria sofrer. E foi isso que aconteceu duas vezes, em ambas as pernas ao mesmo tempo! Horrivel mesmo. Então pah, tás bem? Tou tou, só uma caimbra, aliás, duas!!! mas isto passa!!!!!

Um destes pontos foi ao subir para a serra do cercal. Ouvi: "Epah, agora é sempre a descer... " tá bem tá!!


Ao passar pelo famoso trilho, Amazonia, um transito do caraças para passar! Andavamos 3 metros, parava-mos 3 minutos. Assim foi durante prai uns 25m... Afinal o que era? o mesmo local do ano passado, mas com mais agua! E os maricas, a passar assim:



Se eu soubesse que era assim tão baixo, tinha passado nem que fosse à mão, mas quando foi a minha vez, nem um passou assim! Pensava que tivesse agua até a cintura!!!


Passado este obstáculo, tivemos ainda mais um pouco de um trilho apertadissimo, onde só passava uma pessoa. Depois foi sempre a pedalar até Puerto Cuevo.


A partir daqui o terreno era sempre areia. Olhava para o GPS e marcava 62,1km. Olhava outra vez, 62,5. Pedalava mais um pouco, com vento de frente, 62,8km. Porra, os km's nunca mais passavam. Até que chegamos a costa, em frente a Ilha do Pessegueiro. A entrada era num local diferente este ano! Iríamos passar pelo vale.

Lá à minha espera estava a São e o Vitor. Pena que tivessem ido para lá as 11h da manha. Pensavam que eu era o Gamito ( 120km em 4h17). Resultado: bronze à camionista e eu sem aparecer. Entretanto passaram centenas de pessoal, gaijas, pessoal em bikes de 2 lugares, e nada de Carlinhos... A subida para a vila foi feita na boa. Só não foi a sacar porque não sei...


Ao fim de 5h05m, lá apareço eu... 120km, 4h15m a pedalar, 4500 calorias á vida ( logo repostas em casa do Sr. Ze e Anabela). Em conclusão, estive muito fraquinho, aquelas caimbras deram cabo de mim, o que não aconteceu o ano passado. Ainda por cima para um raid tão rolante. Muita gente, 1900 pessoas é obra. Abastecimentos bem bons, a sandocha no regresso a casa estava pouco boa estava. A chegada a Puerto Cuevo bem boa. Quando fomos buscar o carro as 16h ou 17h, ainda havia corajosos a fazer os 120km. Talvez um dia...

Detalhes aqui: